• Neve.
    Neve.
    Entre para seguir isso  

    RIP - Um companheirismo inaudito que existia no "seio da família"

    Rip

    ReignInPower - UMA SAUDADE PERDURÁVEL

    O Haxball torna-se especial quando conseguimos aliar os bons momentos que o jogo nos proporciona com as pessoas com quem criamos laços especiais. De facto, os RIP são um dos exemplos mais evidentes deste tipo de conduta. Para além de terem conseguido lidar com todas as fases em que a equipa mergulhou, também sobressaíram pela coesão que existia no grupo - o que veio a revelar os Reign In Power como uma das equipas que mais duradouras na comunidade.

    Apesar de contarem com poucas conquistas oficiais, esta formação conseguiu ter inúmeros jogadores que se revelaram de enorme qualidade, apresentado sempre um jogo com ideias positivas. Eram claramente uma equipa de SuperLiga. Posto isto, destacamos alguns jogadores que se mostraram preponderantes em diferentes vertentes, ou seja: ao nível da liderança Tiagocmdavemustaine ou Footaaniii; pela durabilidade no projeto Coca, Koto ou Element; pela qualidade individual wassup, Dennis ou Perfecionista. Note-se que todos os membros terão sido importantes em períodos diferentes, mas a equipa do Jornal decidiu seleccionar aqueles que na sua opinião tiveram uma influência mais significativa nas áreas mencionadas.

    Deste modo, damos lugar a uma entrevista exclusiva com uma das estandartes dos RIP, isto é, um jogador que foi um exemplo para todos e que demonstrou bem o seu valor dentro e fora de campo. Sem mais a acrescentar, passamos à conversa com @Element.

    image.jpeg.f33376d2f5b1ccd9290362f7c52b0bde.jpeg

    Entrevistador - Olá Element. Recordas-te de como surgiu esta equipa mítica no HBPT? Conta-nos um pouco do surgimento dos RIP, destacando as pessoas fulcrais para a fundação da equipa.

    Element - Os RIP surgiram no final do ano de 2011 (salvo erro) através dos dois fundadores que foram também capitães de equipa durante largos anos, isto é, daveMustaine e Tiagocm. Outros jogadores foram também importantes nessa primeira fase da equipa, formando o primeiro e verdadeiro "núcleo" da equipa: falo de pessoas como o Sammer, point, Pro, Windek, neru, Mark Landers e Slash (posso estar a esquecer-me de alguém mas já lá vão 6 ou 7 anos... não é fácil). Um pouco mais tarde, entrei eu para a equipa dos Reign In Power, quase ao mesmo tempo que uma das pessoas que também se viria a tornar fundamental para a equipa: Footaaniii. Posteriormente, grande parte dos jogadores desse primeiro plantel abandonou o jogo ou trocou de equipa, sendo naturalmente substituídos por outros; no entanto, todos os mencionados acima foram extremamente importantes no que toca à génese dos RIP.

     

    Entrevistador - Vocês sempre se diferenciaram pelo espírito interno que envolvia todos os membros. Até que medida esse foi um ponto chave para a estabilidade, e posterior durabilidade dos RIP?

    Element - A união que existia nos RIP é, sem qualquer tipo de dúvida, o aspeto mais importante da minha longa estadia na equipa. A vontade de vencer todos os jogos em que participávamos existia, como é natural, mas nunca foi a maior prioridade. O convívio entre todos os membros dos RIP era excecional, com longas noitadas no antigo xat e no TeamSpeak a jogar ou simplesmente a conversar sobre todo o tipo de assuntos. Os RIP deixaram a sua marca em praticamente todos os jogadores que passaram pela equipa precisamente por isso: sempre fomos mais do que uma equipa que aparecia para realizar uns oficiais e jogar Haxball. Longas conversas, diversão no jogo (e até noutros), brincadeiras entre os jogadores e o companheirismo que existia no seio dos Reign In Power foram a sua grande imagem de marca. Obviamente, tudo isto permitiu que os RIP tivessem uma base fortíssima e, consequentemente, uma grande longevidade.

     

    Entrevistador - Percebeu-se que a dada altura alguns elementos tiveram de seguir a sua vida pessoal e que o grupo foi-se dispersando lentamente. Foi mesmo isso que ocorreu ou existe algo escondido por detrás do pano?

    ElementNuma primeira fase, o grupo dispersou-se graças à saída do davemustaine da equipa, após alguns desentendimentos com o Tiagocm e com o resto do plantel. O davemustaine criou uma nova equipa na altura, os IP, e alguns jogadores dos RIP seguiram-no (eu incluído). O núcleo dos RIP mudou bastante, entrando vários jogadores dos antigos SAY na equipa: Coca, SirPereira e Koto foram alguns dos mais importantes para esta "segunda fase" da equipa. Depois disso, e com vários jogadores a entrar e sair (eu regressei passados alguns meses), a equipa foi perdendo alguma da sua força. Com a posterior saída do Tiagocm, do Footaaniii e de outros que também abandonaram por motivos pessoais ou porque se fartaram do jogo, decidiu-se colocar um ponto final na estadia dos Reign In Power pela comunidade portuguesa de Haxball.

     

    Entrevistador - As relações que estabeleceram uns com os outros foi tão evidente que até aos dias de hoje ainda mantêm alguns contactos para comunicarem. Nestas condições, pode-se acreditar que um dia voltarão aos grandes palcos?

    Element - Os RIP não vão regressar. Foi uma história bonita e que me marcou imenso, mas todas as histórias bonitas têm um fim. Agora, nunca faria sentido os RIP existirem sem jogadores como o Tiagocm, por exemplo. Por isso mesmo, os ex-RIP que se mantiveram pelo jogo (eu, wassup , andresantos, Lightning, Koto e Kra) e em conjunto com o RASHID (que nunca foi RIP mas que se dava muito bem connosco), formaram os FSK, terminando assim a ligação aos RIP. Uma equipa que muitas vezes era confundida com os RIP (muitos se referiam aos FSK no fórum como "RIP" ou "FSK/RIP"), mas que não era os RIP. Nunca foi nossa intenção, na altura, continuar com o projeto Reign In Power e não era agora que isso ia acontecer, devido ao que descrevi acima e também porque todos os ex-RIP e ex-FSK têm uma vida pessoal muito mais preenchida do que há uns anos atrás - agora a trabalhar ou na universidade.

     

    Entrevistador - Para finalizar, o que te apraz dizer sobre os Reign In Power? Ou seja, o que te vem à cabeça quando te lembras daqueles tempos e de tudo o que passaste naquele conjunto?

    Element - Guardo momentos incríveis que nunca esquecerei. Uma equipa que infelizmente nunca ganhou uma SuperLiga, mas que andou lá perto e que se dava muito bem contra as equipas teoricamente mais fortes da época. Foi onde aprendi a defender verdadeiramente, com autênticos autocarros estacionados à frente da baliza em jogos contra equipas fortíssimas (como EC e FAMILIA), e foi também onde evoluí imenso como jogador, atingindo um patamar mais elevado no que toca à qualidade individual. No entanto, nada disso é o mais importante. A união e a força dos RIP estendia-se bem para além das quatro linhas, formando-se amizades que até hoje mantenho e que só existem porque os RIP nos juntaram. Uma equipa que sempre valorizou imenso o convívio e que me fez conhecer a minha verdadeira "família" no que toca ao Haxball. Por tudo isto, estarei eternamente grato a todos os que contribuíram para a bela experiência que vivi durante os vários anos enquanto jogador dos Reign In Power. Para finalizar, o nosso lema: The united strength is stronger! 


     

     

    Imagem relacionada

    Como é que os antigos membros caracterizam globalmente os RIP?

    @Koto - "A minha convivência nos RIP pode ser resumida por um vídeo sobejamente conhecido da equipa, quando compilámos alguns momentos e fizemos na altura uma homenagem ao Tiagocm que tinha deixado o jogo. Muitos podem pensar que foi algo "lamechas", mas a ideia por detrás do vídeo resume aquilo que éramos na altura. Éramos pessoas com personalidades tão distintas mas que, através de um jogo, se uniram e criaram amizades que três ou quatro anos depois ainda duram (em alguns casos mais). O pessoal mais "antigo" da comunidade sabe que os RIP eram uma equipa odiada no seu início, com vários problemas com o HBPT e respetiva administração - nessa época eu próprio tinha várias divergências com pessoas com quem hoje me dou muito bem e tive o gosto de conhecer. Cheguei mesmo a ter problemas com o Footaaniii, Tiagocm ou com o Element... hoje em dia são das pessoas com quem melhor me dou vindas do Haxball, o que vai de encontro ao que já disse: todos com personalidades distintas, mas naquele grupo convergíamos e criámos uma união que perdura.

    Ao nível da jogo foi o que se sabe: épocas interessantes e outras miseráveis. Éramos um pouco de extremos, ou seja, íamos de temporadas a andar na luta pelo título, a outras a tentar safar de uma despromoção na época seguinte. Éramos de luas, influenciados pela qualidade individual disponível na altura. Em suma, tínhamos equipas de momento: quando as coisas corriam bem, ia tudo à frente; quando corriam mal qualquer "mija na escada" nos dificultava a vida. Penso que estive nos RIP um ano e meio (sem contar com o tempo em que já me dava com a equipa quase diariamente)... como deves imaginar dá para muitas histórias, conversas e momentos inesquecíveis."

    @wassup - "Éramos um grupo com uma união de aço, de onde levei muitos amigos. O nosso foco principal não eram os resultados, mas sim o convívio e jogar com uma diversão ímpar que envolvia os RIP. O excelente ambiente aliado às brincadeiras constantes traduzia-se no relvado porque tínhamos entre todos um bom entendimento.

    Por fim, acrescento que os jogadores que provavelmente mais se destacaram em termos de jogo tenham sido mesmo eu e o Element. Todavia, em termos de marcas na comunidade referiria pessoas como Tiagocm, SirPereira, Koto ou Footaaniii - todos eles foram administradores e certamente marcaram uma geração no Haxball."

    @SirPereira - "Acima de tudo foi de longe a melhor equipa por onde alguma vez passei. Entrei com o Koto e mais tarde entrou o Coca - dois jogadores que já conhecia e com quem jogava há imenso tempo. Foi o melhor que podia ter acontecido, pois encontrei as pessoas que mais gosto tive em conhecer nesta comunidade. Pessoas fantásticas como o Tiagocm, o Footaaniii, master, velho, Draco ou Lightning. Cheguei claro, a ter outros colegas, mas a ligação nunca foi tão forte.

    Na minha opinião, a chave do sucesso da equipa foi a amizade e a promiscuidade desenvolvida entre os jogadores (ainda há pouco tempo publicaste um artigo que falava exatamente disso). A dicotomia Haxball/vida real, traduziu-se basicamente num impacto que um pequeno jogo como este acabou por nos trazer. Ou seja, para muitos acaba por ser um ponto de libertação onde te integras num grupo de pessoas e com eles desabafas e te divertes... eventualmente, chegas a conhecê-los pessoalmente e até ficam amigos in real life (como é o meu caso com o Coca e com mais meia dúzia de utilizadores do fórum).

    Em suma, os Reign In Power tinham essa magia, dado que o jogo acabou por ser algo acessório e a equipa movia-se unicamente em torno das pessoas. Como equipa, o objetivo sempre foi atingir a melhor classificação possível (engane-se quem pense que os jogos eram levados 100% a sério e focados). Era absolutamente normal o Tiagocm se desmanchar a rir quando eu, sem me aperceber, começava a subir o GK no 4vs4, porque estava a olhar para a jogada do ataque e distraía-me (assim sofríamos golo ou fazia uma fantástica defesa). Voltaria atrás para rever estas peripécias sem pensar duas vezes, uma vez que foram momentos muito marcantes. Até sempre Reign In Power!"

    Editado por Neve.

    • Gosto 7
    • Obrigado 2
    • Fiquei triste 1

    Entre para seguir isso  


    Feedback do Usuário

    Recommended Comments

    5 minutos atrás, Koto disse:

    Peço pfv para não me citares em conjunto com esse senhor, já que me deixou pendurado à espera dele na semana passada 😡

    • Gosto 1
    • Haha 3
    • Fiquei triste 1

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites
    33 minutos atrás, Tiagocm disse:

    Peço pfv para não me citares em conjunto com esse senhor, já que me deixou pendurado à espera dele na semana passada 😡

    Cheguei muito tarde amor 🙈

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites

    Sem dúvida, foram uma das poucas equipas que eu realmente apreciei e tenho muitas saudades de os ver jogar. A qualidade, juntando toda a irreverência, fazem com que os RIP sejam uma das minhas equipas preferidas, das que já passaram pelo HBPT neste tempo todo!

     

    PS: O Light era o meu PL favorito

    PS2: Quero ser RIP 😂

    • Obrigado 1

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites
    6 horas atrás, Moussa disse:

    Sem dúvida, foram uma das poucas equipas que eu realmente apreciei e tenho muitas saudades de os ver jogar. A qualidade, juntando toda a irreverência, fazem com que os RIP sejam uma das minhas equipas preferidas, das que já passaram pelo HBPT neste tempo todo!

     

    PS: O Light era o meu PL favorito

    PS2: Quero ser RIP 😂

    Ia abrir captações para ti, mas tendo em conta o teu 1°PS perdeste todo o meu respeito. 

    Admite que só disseste isso por pena de ele ser preto, admite. 

    • Gosto 3
    • Haha 1

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, Tiagocm disse:

    Ia abrir captações para ti, mas tendo em conta o teu 1°PS perdeste todo o meu respeito. 

    Admite que só disseste isso por pena de ele ser preto, admite. 

    #Pretobrother 😂 

    Mas a sério, gostava mesmo do estilo de jogo dele!

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites


    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário

    Criar uma conta

    Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

    Crie uma nova conta

    Entrar

    Já tem uma conta? Faça o login.

    Entrar Agora