TeamSpeak: hbpt.ts.io
Entre para seguir isso  
James

Fraude à 3-Man-Rule

Recommended Posts

A possível fraude à norma da defesa a três

As épocas competitivas desta liga têm sido regidas, quase na íntegra, de acordo com as normas que se podem encontrar no site da comunidade, no entanto, isto não chega para dizermos que a nossa regulamentação está perfeita, aliás, há uma norma bastante relevante que apresenta, desde logo, uma estatuição suspeita. Urge, assim, a necessidade de demonstrar que esta regulamentação necessita de ser refinada, com vista a impedir que sejam interpretadas e instrumentalizadas as suas regras.

Citar

3.9 Three-Man-Defense Rule

"(...) A organização do Campeonato HaxPortugal permite que a regra seja quebrada apenas duas vezes no decurso de cada jogo. Caso a regra seja quebrada uma terceira vez, o jogo será repetido.”

A norma que se cita acima (focando o seu núcleo essencial) é aquela que é utilizada na totalidade das competições (4v4) oficiais e a que consta, logicamente, das regras da 1ª Época que têm vindo a ser aplicadas. O "livro de regras" sugere, então, que a norma só pode ser quebrada por 2 vezes, sendo que a terceira vez daria lugar à repetição do jogo. Para a equipa que é injustiçada e perde, até aqui, tudo certo. O problema, adivinha-se, está na omissão da norma quanto ao comportamento deliberado de quem a quebra, isto é, a regra não prevê uma punição para os jogadores que a desrespeitam conscientemente. Assim sendo, não se torna difícil imaginar que um jogador pode, numa situação de desvantagem no marcador, ir contra esta disposição com vista a "forçar" a repetição de um jogo menos conseguido ( "A" vence "B" por 3-0 e, na segunda parte, um jogador de "B" quebra a regra três vezes, deliberadamente, com vista à realização de um novo jogo).

A solução oficial parece, portanto, muito pouco identificada com o conceito de justiça e consagra até uma solução que pode vir a beneficiar o infractor. A organização reserva-se ao direito de punir "irregularidades" (4.1 "Mau Comportamento"), no entanto, este não deixa de ser um conceito indeterminado (e, por isso, nem sempre fácil de concretizar), uma vez que uma acção deste género poderia ser dissimulada. Outro grave problema advém do facto de, no caso de a organização punir livremente o jogador que quebra a norma deliberadamente, esta estar a contradizer as regras que criou, isto é, não aplica a norma que regula o caso e ainda se "inventa" uma solução. Como é óbvio, tal não é aplicar os princípios de segurança e confiança e tratar-se-ia de uma aplicação que seria até algo despótica, mesmo que conducente a uma decisão justa (poderíamos falar numa solução "materialmente" justa, mas "formalmente" injusta ou incorrecta).

Exposta esta debilidade, é necessário encontrar soluções e, para tal, não é necessário ir muito longe, basta olhar para aquilo que outras ligas europeias consagram nas suas regras, das quais se destacam três ideias:

Citar

2.7 "In the case of situations where a captain feels the 3-man defence rule has been broken, they can submit the replay and the relevant times to an admin after the game or in the related matchday topic. Small offences will be taken note of for future games; small but repeated offences may result in 1 game ban; a clear goal-scoring opportunity being blocked will likely result in a goal awarded to the attacking team.  In the event of serious repeated offences a defloss may be given to the offending team. It is up to the admins in the end" (Feed-Me Haxball League).

Citar

3.7 "In case of a violation of the 3-def rule, the HCL admin team will decide whether to judge the match as a 0-3 defloss against the violating team"                           (Haxball Champions League).

Citar

   1.4 "Se durante un match ufficiale questa regola venisse infranta diverse volte, lo Staff potrebbe valutare l’ipotesi di assegnare una deflose o di far ripetere uno o due tempi della partita. La decisione sarà presa valutando ogni match caso per caso." (Liga Italiana Haxball).

Após uma detalhada análise, pode concluir-se que nenhuma das 3 competições aqui expostas consagram uma solução igual à nossa, aliás, apenas a Liga Italiana admite a repetição de uma ou duas partes do desafio, mas antes dessa solução consagra-se expressamente a possibilidade de atribuição de uma defloss à equipa infractora.

Entre as punições que estas competições apresentam, a mais dura parece ser a da Haxball Champions League, que pondera a atribuição da derrota à equipa infractora como a única solução (ficando esta dependente da apreciação do administrador da Liga), ao passo que a ideia positivada no rulebook da liga Feed-Me será a mais completa, por ser aquela que "pesa" duas coisas essenciais: garante que o infractor nunca poderá sair beneficiado e não esquece a proporcionalidade, uma vez que faz a distinção entre violações graves e leves, bem como cria a possibilidade de atribuição de um golo no caso de existir um bloqueio ilegal numa oportunidade clara de golo.

Se me é permitida uma opinião, penso que a solução da FeedMe é a mais abrangente e a que procura regular estes casos de modo a não abrir a possibilidade de o infractor ser beneficiado (visto que a repetição do jogo está excluída). A implementação de um impedimento a quem quebra a regra de arguir a mesma resolveria também, de imediato, a questão de uma possibilidade de defraudar esta norma (isto é, a violação desta norma nunca poderia ser invocada por quem a violou). Num caso em que ambas as equipas quebrem a regra, poder-se-ia considerar que a nenhuma das equipas cabia a invocação da regra e o staff decidiria a repetição ou não do jogo (uma punição que, neste caso, faria todo o sentido).

Em suma, fica lançada a questão de saber se a nossa solução, neste caso em particular, será a mais correcta ou se deverá ser alterada para ir ao encontro daquilo que se faz no estrangeiro, uma vez que aquilo que o nosso "livro das regras" consagra como medida punitiva, nestas circunstâncias, é caso quase único no contexto da maioria das regras aplicadas noutras competições.

Editado por James
  • Gosto 11

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Muito bom tópico! Nota-se que investigaste acerca das regras de outras ligas, e seguramente estiveste muito tempo para entender as interpretações das diferentes ligas e a partir d ali argumentar sobre os cambios q poderian fazer-se. Vamos fazer todo o possivel para que as interpretaçoes sobre esta regra quedem 100% esclarecidas. Parabéns e obrigado pelo trabalho! @James

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

como é óbvio, penso que se a equipa que estiver em desvantagem fizer 3 faltas o jogo não será repetido.. tenho ideia de que isso já foi falado e a repetição do jogo apenas permanece se for a equipa vitoriosa a fazer as faltas, caso contrário seria uma comédia.

A diferença de critérios da Liga Portuguesa para o estrangeiro é enorme. Aqui qualquer toque, mesmo que em nada afete a jogada é logo uma choradeira infernal pela falta...não sei até que ponto poderemos usar os critérios da FeedMe tão livremente

  • Gosto 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 minutos atrás, selet disse:

como é óbvio, penso que se a equipa que estiver em desvantagem fizer 3 faltas o jogo não será repetido.. tenho ideia de que isso já foi falado e a repetição do jogo apenas permanece se for a equipa vitoriosa a fazer as faltas, caso contrário seria uma comédia.

A diferença de critérios da Liga Portuguesa para o estrangeiro é enorme. Aqui qualquer toque, mesmo que em nada afete a jogada é logo uma choradeira infernal pela falta...não sei até que ponto poderemos usar os critérios da FeedMe tão livremente

Claro, o que está aqui em causa é a falta de uma menção expressa a isso, mas procurando, deparei-me com o facto da feedme, da HCL, da Italiana e de outras, que aqui não referi, utilizarem todas um sistema diferente para as punições. Aliás, a FeedMe nem estabelece um número mínimo de infracções, deixa isso a cargo do admin que analisar o caso, é uma abordagem diferente e a mais completa com que me deparei

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu penso que cometes um erro no teu raciocínio, no sentido em que é consensual/óbvio que não se pode apoiar/beneficiar o infrator.

  • Gosto 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 minutos atrás, MiguelWinkel disse:

Eu penso que cometes um erro no teu raciocínio, no sentido em que é consensual/óbvio que não se pode apoiar/beneficiar o infrator.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Apesar de não estar expresso nas regras, eu penso que disse em tempos que o infrator nunca sairia beneficiado, o que é verdade. Mas nunca tivemos nesta nova versão do hbpt um caso desses. Tivemos o caso FC x FSK em que o infrator era proveniente da equipa vencedora, no caso de ser o contrario a punição nunca seria a mesma.

Por isso o que te posso dizer é que vamos rever a forma como a regra é apresentada e analisar a ideia da Feed Me pois parece interessante(não querendo dizer que vamos adopta-la de certeza, mas garanto que essa hipotese fica em cima da mesa)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre agarrado ás leis armado em advogado, acaba masé o curso primeiro pato,  se jogasses como escreves...

Editado por Maybe
  • Gosto 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Maybe disse:

Sempre agarrado ás leis armado em advogado, acaba masé o curso primeiro pato,  se jogasses como escreves...

:'(

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deviam contratar alguém para fazer de video arbitro.

tia.png
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

#PRAY4CS1 #JESUISCS1 #FREECS1 #HARAMBEISDEADNOTCS1 #GONFIDGETSPINNERVSCS1BEYBLADE

Editado por Sappy
enganei-me no tópico, apagar sfv

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.